Grandes Orientes Estaduais Confederados

Vice Presidente da República recebe a COMAB

Data: 15/07/2019

Publicado pela Confederação Maçônica do Brasil - COMAB

No dia 08 de julho de 2019 a Confederação Maçônica do Brasil (COMAB) foi oficialmente recebida pelo Vice-presidente da República, e maçom, General Antônio Hamilton Martins Mourão.

Naquela oportunidade, todos os Grandes Orientes Estaduais confederadas à COMAB foram representados pelos integrantes da sua Diretoria Executiva: Presidente, Vice-Presidente, Secretário-Geral, Orador e Tesoureiro. Também estiveram presentes à solenidade a maioria dos Grandes Orientes, através dos seus respectivos Grão-Mestres e/ou representantes, a saber: AP – Grande Oriente Amapaense (GOAP), Grão-Mestre José de Arimatéia de Farias Aires; AM – Grande Oriente Amazonense (GOA), Grão-Mestre José Paulo Sanches Orrutia; BA – Grande Oriente da Bahia (GOBA), Grão-Mestre Cassiano Lhopes Moreno; CE – Grande Oriente do Ceará (GOCE), Grão-Mestre Adjunto Raimundo Josemildo Pinheiro do Nascimento; GO – Grande Oriente de Goiás (GOG), Grão-Mestre Abdalla Hanna Obeid; MA – Grande Oriente do Estado do Maranhão (GOEMA), Grão-Mestre Noê Paulino de Carvalho; MS - Grande Oriente de Mato Grosso do Sul (GOMS), Grão Mestre Jurandir Rodrigues Brito; MT – Grande Oriente do Estado de Mato Grosso (GOEMT), Grão-Mestre Ademir Lúcio de Amorim; MG – Grande Oriente de Minas Gerais (GOMG), Grão-Mestre José Humberto Bahia; RJ – Grande Oriente do Rio de Janeiro (GORJ), Grão-Mestre José Carlos Ribeiro de Almeida; RN – Grande Oriente do Rio Grande do Norte (GORN), Grão-Mestre Antônio Gomes da Silva; RS – Grande Oriente do Rio Grande do Sul (GORGS), Grão-Mestre Celito Cristófoli; RR – Grande Oriente de Roraima (GORR), Grão-Mestre Adjunto Marcelino da Silva Pereira Neto; SC – Grande Oriente de Santa Catarina (GOSC), Grão-Mestre Rubens Ricardo Franz e SP (Grande Oriente Paulista (GOP-SP), Grão-Mestre Fernando Fernandes.

Compuseram, ainda, a honrosa comitiva os past Presidentes da COMAB: Francisco Vady Nozar de Mello (1989/1990) – GOSC; Ward de Souza Gusmão (2004/2005) – GORJ; Rubens Ricardo Franz (2004/2005) – GOSC; Lázaro Emanual Franco Sales (2013/2014) – GOMG; Gilberto Lima da Silva (2017-2018) – GOBA e Tadeu Pedro Drago (2018-2019) – GORGS.

A COMAB, através do seu Presidente, Grão-Mestre Ademir Lucio de Amorim (GOEMT), condecorou o Vice-Presidente da República Federativa do Brasil com Diploma e Medalha de Reconhecimento Maçônico. Em seguida, por intermédio do Secretário-Geral, Lázaro Emanuel Franco Salles (GOMG), a COMAB apresentou Moção de Apoio ao Governo Federal, que foi entregue em mãos ao Gal. e Irmão Mourão, que prometeu levar ao conhecimento do Presidente da República Jair Messias Bolsonaro.

Desejou a COMAB, através de parte do texto da Moção: “Que o Irmão continue seu profícuo trabalho no sentido de tornar esta nação livre do mal da corrupção, sublimando os valores da família, da justiça e da fraternidade, no fiel propósito de legar um estado melhor para todos os brasileiros”.

Após assistirem a emocionado e simpático pronunciamento oficial de sua Excelência, o Vice-Presidente Gal. Hamilton Mourão, os Grão-Mestres presentes puderam realizar a entrega de mimos e projetos em diversas áreas, que serão analisados oportunamente. O GORJ - Grande Oriente do Rio de Janeiro entregou ao homenageado o Diploma e Medalha do Mérito Cruz da Perfeição Maçônica, a maior honraria concedido por aquele Grande Oriente.

O GOBA – Grande Oriente da Bahia, por sua vez, protocolou o Projeto Maçonaria Executiva na Educação e Ação Social, através do qual sugere cinco mudanças estruturais na educação pública brasileira e, ainda, propõe cinco Projetos de Ação Social voltados à promoção de emprego e renda para moradores da periferia das cidades e do semiárido brasileiro que se  encontrem abaixo da linha de pobreza. Dentre as sugestões apresentadas para a educação pública brasileira, destacam-se: separação do ensino básico (fundamental e médio) e do superior, ficando o primeiro no MEC e o segundo no Ministério da Ciência e Tecnologia, junto com a pesquisa científica e extensão acadêmica; a implantação do ensino de Português e Matemática através de professores especialistas nas respectivas áreas, ao invés de professores generalistas, como é hoje; o retorno do ensino da educação moral e cívica, da organização social e política, além do ensino religioso laico, às escolas públicas; a requalificação dos professores e dos gestores da educação básica, visando incorporar o uso da tecnologia na gestão e produção/transmissão de conteúdos em salas de aula do ensino fundamental e médio; e, finalmente, a implantação do monitoramento/suporte/reforço às escolas públicas através da parceria do governo federal com a maçonaria, recorrendo aos Irmãos e Cunhadas que são pedagogos, bem como aos integrantes das Ordens Paramaçônicas. Quanto às Ações Sociais, foram propostos os seguintes projetos, de baixo custo e rápido retorno social: Agente rural e ambiental sustentável; Produção de artesanato com fibra de bananeira; Projeto mandala na agricultura familiar; Sistema de produção de pecuária em pequenas áreas do semiárido; e Produção de vassouras utilizando garrafas PETs.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da COMAB.